Notícias » Inglaterra

Coroa perdida há 27 anos finalmente retornará para escultura de rei do século 14

A peça original pertencia ao monumento instalado entre 1342 e 1348 na Catedral de Exeter, na Inglaterra

Vanessa Centamori Publicado em 05/06/2020, às 10h00

O rei da Catedral de Exeter e sua coroa perdida
O rei da Catedral de Exeter e sua coroa perdida - Divulgação/ Catedral de Exeter

Já faz 27 anos desde que a escultura do rei da Catedral de Exeter, na Inglaterra, está sem sua coroa original. Finalmente, o monarca de pedra terá seu apetrecho de volta — o objeto será restaurado e retornará ao seu local de origem. 

A estátua do rei de Exeter foi instalada originalmente entre 1342 e 1348. Por muitos anos, a coroa do monumento permaneceu inerte na cabeça de seu proprietário ilustre. Até que em 1993 foi presumido que a peça havia sido roubada por algum visitante. 

Sem nenhuma esperança aparente de recuperar a coroa, no ano seguinte, um outro objeto de substituição foi cuidadosamente esculpido e instalado na cabeça do rei. Mais um ano se passou e finalmente o mistério do sumiço da coroa foi desvendado: ela foi localizada a 55 km da catedral, na cidade de Great Torrington, por um morador local.

O rei da Catedral de Exeter /Crédito: Divulgação 

 

Após o resgate da coroa, ela foi transferida para o Museu Exeter, onde foi reconhecida pelo arqueólogo da catedral, John Allan. Porém, depois de tantos anos sem "vestir" essa peça, somente agora ela sairá do museu e voltará a ocupar a cabeça do rei da catedral. 

"Com uma pose assimétrica dramática, cortinas dobradas tubulares e fechaduras esvoaçantes, este rei é um exemplo particularmente esplêndido do estilo rico e educado de escultura, característico das obras de meados do século 14", comentou Allan.