Notícias » Coreia do Sul

Coronavírus: Com medo de contágio, homem insere dinheiro em máquina de lavar

A "lavagem de dinheiro" não teve os valores especificados, todavia, o Banco Central da Coreia se prontificou a restituir parte do valor

Caio Tortamano Publicado em 01/08/2020, às 09h38

O dinheiro danificado
O dinheiro danificado - Divulgação/Bank of Korea

Com medo do contágio por coronavírus, um sul-coreano colocou uma grande quantia em dinheiro numa máquina de lavar para esterilizar as cédulas. De acordo com o portal UOL, autoridades coreanas afirmaram que uma quantia considerável foi perdida nesse processo.

O homem, que mora na cidade de Ansan, aos arredores da capital Seul, colocou uma quantidade não especificada de notas de 50 mil won (cada uma valendo aproximadamente 220 reais) em uma máquina de lavar. Depois de conferir o resultado, percebeu que parte do dinheiro foi seriamente danificado.

Então, ele foi até o Banco da Coreia para saber se poderiam trocar essas cédulas danificadas e destruídas por outras. O interessante é que as regras bancárias do país permitem esse tipo de troca. Como consequência, ele recebeu cerca de 23 milhões de won, um valor que beira os cem mil reais.

O valor recuperado, entretanto, não era integral. Mais de 500 notas de 50 mil won foram entregues pelo homem que recebeu apenas metade. O banco central da Coreia retorna o valor dependendo de quão seriamente danificadas estão essas cédulas.

Cédulas de Won sul-coreano / Crédito: Wikimedia Commons

 

Parte da quantia considerável que o homem — apenas identificado com o sobrenome Eom — carregava vinham de condolências prestadas por amigos, parentes e conhecidos durante um funeral de família.