Notícias » Pandemia

Coronavírus: Trump diz que EUA teriam "2 milhões de mortos se tivessem seguido Brasil e Suécia"

O presidente norte-americano fez a afirmação hoje, 5, em discurso na frente da Casa Branca, durante uma coletiva de imprensa

Vanessa Centamori Publicado em 05/06/2020, às 16h20

Donald Trump
Donald Trump - Divulgação/Youtube

Durante uma coletiva nesta sexta-feira, 5, na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que a situação dos norte-americanos estaria pior no combate ao novo coronavírus caso o país tivesse seguido o exemplo do Brasil e da Suécia. 

"Se você olhar para o Brasil, eles estão passando por dificuldades. A propósito, eles estão seguindo o exemplo da Suécia. A Suécia está passando por um momento terrível", afirmou Trump, na coletiva. 

A afirmação do presidente norte-americano foi compartilhada no Twitter pelo deputado federal Alessandro Molon, por meio de um vídeo. Ao pegar o gancho da fala do líder dos EUA, Molon criticou o presidente brasileiro, dizendo que "Bolsonaro envergonha o Brasil".

Em seu discurso, o líder norte-americano aproveitou para se posicionar, ao dizer que é hora de acelerar a abertura nos Estados Unidos. Ele ainda imaginou o cenário caso os EUA aderissem à mesma administração imposta aos suecos e brasileiros. "Se tivéssemos feito isso, teríamos perdido 1 milhão, 1 milhão e meio, talvez até 2 milhões ou mais de vidas", disse Trump.

Segundo o Ministério da Saúde, já são 34.212 mortes provocadas pela Covid-19 e 621.877 casos confirmados em território nacional. Nos EUA, são mais de 108 mil mortos e 1,8 milhão de casos da doença. Na Suécia, por sua vez, os números são de 41,8 mil casos e 4,6 mil mortos. Isso segundo as estatísticas da Universidade de Johns Hopkins.