Notícias » Europa

Corpo de idosa é encontrado mumificado na Espanha após 15 anos de sua morte

Depois de anos de suspeitas sobre o que teria acontecido com Isabel, descobriu-se que na verdade ela nunca tinha saído de casa

André Nogueira Publicado em 29/10/2019, às 09h30

Fachada do prédio de Isabel
Fachada do prédio de Isabel - El País

Um caso surreal ocorreu em Madrid, na Espanha: o corpo de Isabel Rivera Hernández, de 78 anos, foi encontrado em seu banheiro após 15 anos de seu óbito, mumificado. Uma reportagem sobre o caso no El Mundo afirma que a senhora vivia num apartamento da capital e que seu corpo não se decompôs como normalmente pela umidade do local e a existência de uma fenda com passagem de ar.

A última vem em que Isabel foi vista antes da descoberta foi em 2004, segundo seus vizinhos. Desde então, ela aparentava estar desaparecida enquanto o bairro contatava a polícia para saber o que estava acontecendo, mas nunca houve nenhuma reposta substancial.

Muitas das suspeitas foram sendo acobertadas devido o fato de que, aparentemente, as contas e despesas da casa de Isabel continuavam a ser pagas; porém, isso ocorria por débito automático, que transferia o dinheiro de uma pensão mensal depositada para Isabel. Ou seja, por mais que se aparentasse normalidade, nada daquilo estava certo.

Prédio onde tragédia aconteceu / Crédito: Divulgação

 

"Eu disse a um agente para olhar dentro da casa porque não sabíamos dela há muito tempo. Olhamos sua caixa de correio e vimos algumas contas de eletricidade e, como as anteriores estavam pagas, ele me disse que ela deveria estar viva. O que mais eu poderia fazer?", relatou Emilia Muñoz, uma vizinha, ao El País.

Somente quando uma sobrinha de Isabel decidiu intervir na situação e notificar oficialmente a polícia sobre o desaparecimento da tia é que se pôde realizar qualquer procedimento. A ação das autoridades acabou na insólita descoberta.