Notícias » Ucrânia

Corpo encontrado em Kiev é de fotógrafo ucraniano desaparecido

O documentarista Maks Levin não foi visto durante duas semanas e cobria a invasão russa na Ucrânia

Wallacy Ferrari Publicado em 02/04/2022, às 11h53

Retrato fotográfico do documentarista Maks Levin
Retrato fotográfico do documentarista Maks Levin - Divulgação/Instagram/makslev.in

Após duas semanas desaparecido, o corpo do fotógrafo e documentarista ucraniano Maks Levin foi localizado nas proximidades da capital ucraniana de Kiev, como informou um comunicado da presidência do país. Ele registrava a invasão russa em seus últimos dias de vida, mas não há informações sobre possíveis gravações no dia de seu óbito.

Ele desapareceu na zona de hostilidades em 13 de março, na região de Kiev. Em 1º de abril, o corpo foi encontrado perto da localidade de Gouta Mezhyguirska", afirmou o secretário do gabinete presidencial, Andrey Yrmak.

Levin tinha 40 anos e quatro filhos, atuando na cobertura das tensões entre Ucrânia-Rússia desde 2014, quando, inclusive, foi alvo de separatistas e quase faleceu em um conflito armado. Sua morte, de acordo com a ONG ucraniana IMI (Instituto de Informação de Massas), ocorreu com Maks desarmado e com dois ferimendos a tiros, supostamente realizados por soldados russos.

Diversos veículos que contaram com a contribuição do documentarista prestaram homenagens após a descoberta do corpo, no dia em que o conflito entre os países europeus completam 38 dias.