Notícias » Estados Unidos

Covid-19: Homem morre após ser autorizado a tomar ivermectina

O estado de saúde de Keith Smith piorou após ele vencer o processo e tomar o remédio; o caso aconteceu na Pensilvânia

Redação Publicado em 17/12/2021, às 10h07 - Atualizado às 10h09

Keith e Darla Smith
Keith e Darla Smith - Divulgação/Redes Sociais

No último domingo, 12, um homem de 52 anos, chamado Keith Smith, morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, na Pensilvânia, nos Estados Unidos.

A morte do homem chama atenção já que sua esposa, Darla Smith, entrou com um pedido na Justiça para conseguir que o marido fosse tratado com ivermectina.

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 16, pelo jornal O Globo, ele venceu o processo e chegou a receber duas doses do remédio antes de seu estado de saúde piorar e o tratamento ser interrompido.

O medicamento em questão é usado em vários tipos de infestações por parasitas, mas, não é indicado por especialistas para o tratamento do novo coronavírus, por ter ineficácia comprovada. Entretanto, a droga se tornou motivo de discussão em meio à pandemia.

Segundo revelado na reportagem, Keith foi diagnosticado com o vírus em 10 de novembro. Com a piora de seu caso, a mulher foi incentivada por grupos conservadores a tentar o uso de ivermectina.

O norte-americano morreu apenas sete dias depois de receber a primeira dose do remédio. Não foi informado se ele havia tomado a vacina contra a Covid-19.