Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Noruega

Criação de duas raças de cachorro passa a ser proibida na Noruega

O tribunal de Oslo proibiu a criação de cães das raças Cavalier King Charles Spaniel e buldogue inglês

Redação Publicado em 23/02/2022, às 14h00

Cavalier King Charles Spaniel (à esquerda) e buldogue inglês (à direita) - Getty Images
Cavalier King Charles Spaniel (à esquerda) e buldogue inglês (à direita) - Getty Images

A Noruega proibiu recentemente a criação de duas raças de cachorro no país, em razão dos inúmeros problemas de saúde enfrentados pelos animais ao longo da vida. Por decisão do tribunal de Oslo, o buldogue inglês e o Cavalier King Charles Spaniel não poderão mais serem reproduzidos no país.

"Muitas raças reprodutoras são muito endogâmicas e carregam muitas doenças", disse o presidente da Sociedade Protetora dos Animais norueguesa, Åshild Roaldset, em entrevista à AFP. "Temos que mudar a maneira como criamos os cães. A forma como fazemos isso talvez fosse aceitável há 50 anos, mas não agora", declarou.

Conforme informou a agência de notícias, os buldogues enfrentam dificuldades respiratórias em razão de seu focinho achatado, além de problemas dermatológicos, ortopédicos e até mesmo reprodutivos. A fonte ressalta que mais da metade dos cães da raça nascidos nos últimos dez anos na Noruega é fruto de cesárea.

A incapacidade genética da raça para parir naturalmente é uma das razões pelas quais o buldogue não pode mais ser usado para reprodução", concluíram os juízes.

Já no caso do Cavalier King Charles Spaniel, a proibição se deu pelo fato da raça ser bastante propensa a sofrer com dores de cabeça, já que possui um crânio muito pequeno; além de insuficiência cardíaca e problemas oftalmológicos.

Conforme Roaldset, a baixa variabilidade genética leva essas raças à extinção. "E isso será muito doloroso para os animais, porque terão cada vez mais doenças", explicou.