Notícias » Arqueologia

Criança descobre raro objeto de ouro de 3 mil anos em Israel

Ele participava de um projeto de escavação voluntário e acabou encontrando um artefato muito antigo e valioso

Isabela Barreiros Publicado em 30/11/2020, às 13h30

Conta de ouro descoberta em Israel
Conta de ouro descoberta em Israel - Divulgação - Projeto de Peneiração do Monte do Templo (TMSP)

Binyamin Milt, um menino de 9 anos, participava do Projeto de Peneiração do Monte do Templo (TMSP), em Israel, um projeto de escavação arqueológica voluntário, quando percebeu que havia encontrado algo muito valioso. O pequeno estudante descobriu um artefato minúsculo, mas feito de ouro e muito bem preservado.

O que o garoto identificou durante o trabalho voluntário parece ser uma conta de ouro, conforme analisado pelos especialistas envolvidos no projeto. Ele mede cerca de 6 mm x 4 mm, sendo muito pequena, porém extremamente valiosa.

Os especialistas disseram ainda que o artefato provavelmente data da Segunda Idade do Ferro, próximo do período do Primeiro Templo. Isso indica que o objeto tem pelo menos 2.500 anos, podendo chegar até 3 mil anos de idade.

Essa descoberta arqueológica já é importante por si só. No entanto, os arqueólogos perceberam ainda que a maioria das contas encontradas na região eram feitas de prata. Na verdade, jóias feitas de ouro eram raras no local porque eram importadas.


Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.