Notícias » Estados Unidos

Críticas e acusações são trocadas entre Trump e prefeito de Portland, após a morte de um manifestante

Na ocasião, o presidente norte-americano chamou Ted Wheeler de ‘idiota’

Redação Publicado em 31/08/2020, às 12h53

Fotografia de Donald Trump e Ted Wheeler , respectivamente
Fotografia de Donald Trump e Ted Wheeler , respectivamente - Wikimedia Commons

No último domingo, 30, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o prefeito da cidade de Portland, no Oregon, Ted Wheeler, entraram em conflito novamente. Dessa vez, após a morte de um manifestante pró-Trump. As informações são do portal de notícias G1.

Um homem com sua opinião política favorável à Trump faleceu após ter sido baleado em um local próximo a manifestações antirracistas, ainda não se sabe de onde partiram os tiros.

Por sua vez, o líder norte-americano ameaçou novamente chamar a Guarda Nacional para Portland para segundo ele, dar conta dos protestos na região, chamando o prefeito da cidade de “idiota”. Em resposta, o democrata Ted Wheeler fez críticas à postura do presidente dizendo: “É agressivo, não é colaborativo", afirmou o prefeito.

Desde maio, em decorrência da morte de George Floyd, um ex-segurança negro morto durante ação policial, a cidade de Portland virou um epicentro de protestos contra o racismo e violência. Contudo, algumas manifestações acabaram em confusão e confronto entre manifestantes e apoiadores de Trump, cerca de 600 veículos chegaram a Portland com objetivo de apoiar o líder norte-americano nas últimas semanas.

O local vem sendo constantemente criticado pelo presidente como em exemplo de desordem causada por seus opositores democratas, as autoridades da cidade por sua vez, temem novos episódios de violência e pediram para que as pessoas ficassem em casa, longe do centro da cidade. A tensão acontece alguns meses antes das eleições para a presidência que acontecerá em novembro.