Notícias » Entretenimento

Daniel Radcliffe, de Harry Potter, afirma ter vergonha de sua atuação nos primeiros filmes da saga

Mesmo assim, o ator não se arrepende de ter vivido o bruxo mais amado da ficção: “Tive sorte”

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 24/02/2021, às 15h08 - Atualizado em 26/02/2021, às 14h51

Daniel Radcliffe e a coruja Edwiges no primeiro filme da saga
Daniel Radcliffe e a coruja Edwiges no primeiro filme da saga - Divulgação/Warner Bros. Pictures

Os oito filmes da saga Harry Potter, inspirados nas obras de J.K. Rowling, foram um divisor de águas para muitos atores, como Daniel Radcliffe e Emma Watson. Intérprete do bruxo protagonista, Radcliffe revelou que se sente envergonhado pela sua atuação.

O primeiro longa-metragem ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’, foi lançado em 2001, quando Daniel tinha apenas 11 anos. Seu amadurecimento no cinema fez com que ele visse a própria performance na saga de outra forma.

"Me sinto intensamente envergonhado por parte da minha atuação, obviamente", comentou o ator em entrevista ao Empire Magazine. "É como perguntar 'como você se sente sobre sua adolescência?'. Há muita coisa, é quase impossível escolher apenas um sentimento”, definiu.

Como repercutido pela Rolling Stone, para ele uma das emoções que ficaram foi a gratidão — por ter sido confiado ao papel. "[A experiência] me mostrou o que quero fazer pelo resto da minha vida. Tive sorte em ter conhecido minha paixão tão cedo”, disse Radcliffe.

Cena do sétimo filme da saga Harry Potter / Crédito: Divulgação

 

Daniel Radcliffe viveu Harry Potter por uma década, entre os anos de 2001 e 2011. Tanto os livros quanto os filmes são marcos na cultura pop e referências no universo da magia, celebradas de forma atemporal.