Notícias » Saúde

De Nova York, prefeito de São Paulo anuncia cancelamento do Réveillon

Assim como outras 19 capitais, SP optou por não realizar o evento

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 02/12/2021, às 11h52

Réveillon na Avenida Paulista em 2019 para 2020
Réveillon na Avenida Paulista em 2019 para 2020 - Marcelo Pereira/SECOM

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 2, que o tradicional Réveillon na Avenida Paulista, realizado anualmente durante a virada do dia 31 de dezembro para 1º de janeiro, terá sua edição de 2021 cancelada. O anúncio ocorre durante uma viagem do político à Nova York, acompanhado do governador do estado, João Dória.

O político argumentou que o surgimento de uma nova variante na capital paulista requer uma observação cautelosa para evitar a disseminação do covid-19: “É importante enfatizar que não é por conta de ter sido detectado algo grave, mas é necessário que se faça um monitoramento, e o prazo ficaria muito curto”, acrescentou.

De acordo com a CNN, o prefeito ainda direcionou a responsabilidade das próximas decisões para a Vigilância Sanitária, inclusive para pautas próximas, como festejos em locais abertos.

Para o Carnaval, tomaremos a decisão mais adiante, enfatizando muito claramente: baseado nas decisões da vigilância sanitária. A Prefeitura não fará ação ou comunicação que seja por pressões adversas aos estudos da vigilância”.

O uso de máscara também não deve ser abandonado na capital, contrastando com a previsão de desobrigar o uso da proteção após o dia 11 de dezembro.