Notícias » São Paulo

De ‘Ruiva’ para ‘Ki-Suco’: Mensagem de amor escrita em 1981 é descoberta em escola do litoral paulista

Declaração foi descoberta enquanto uma escola particular de São Vicente passava por reformas

Fabio Previdelli Publicado em 28/06/2021, às 11h28

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Nos últimos dias, uma escola particular em São Vicente, no litoral de São Paulo, passava por uma reforma quando algo inusitado foi encontrado: uma declaração escrita por alunos em 1981. As informações são do G1.  

Segundo Marcelo Omena, administrado do centro estudantil, a mensagem foi encontrada quando alguns trabalhadores descascavam camadas antigas de tinta das paredes de uma sala de aula.

A declaração foi assinada por uma pessoa que se identificava como “Ruiva” e foi destinada a seu grande amor, de codinome Ki-Suco. "Se a chuva representasse o amor, só mesmo um maremoto diria o que sinto por você". 

O administrador explica que a escola já funcionava no local na data em que a demonstração de amor foi marcada na parede, em dezembro de 1981. Por conta disso, Omena tem quase certeza que ela foi escrita por alguém que estudava na unidade. 

Mensagem encontrada na parede da escola em São Vicente/ Crédito: Divulgação/ Marcelo Omena

 

“Deve ter sido no último dia de aula, porque depois vem o recesso. Foram três camadas de tinta para chegar a essa mensagem. Na parede, tinha o nome de outros alunos, mas eu guardei esse pedaço de destaque”, declarou.  

Apesar da descoberta, não foi a mensagem em si que chamou a atenção de Marcelo. “O que valeu mesmo, o que achei interessante, foi a mensagem de amor. É algo que poucas pessoas fazem para outras hoje, deixaram muito isso, de uma pessoa fazer uma mensagem de amor para outra. A mensagem me deixou mais curioso, porque a data poderia ser de 70, 80 ou 90”, diz. 

Dessa forma, o administrador resolveu compartilhar o achado em suas redes sociais e a publicação logo viralizou. 

“É algo que os adolescentes praticavam mais. Hoje, as coisas são muito virtuais. Hoje em dia, ao invés de escreverem um texto de amor por própria inspiração, as pessoas pesquisam no Google”, completa.