Notícias » Curiosidades

Decoração de Halloween confundida com cadáver vira caso de polícia na Austrália

Corpo humano falso pendurado em árvore causou polêmica na vizinhança

Isabela Barreiros Publicado em 28/10/2021, às 09h50

Corpo falso pendurado em árvore na cidade de Forbes, na Austrália
Corpo falso pendurado em árvore na cidade de Forbes, na Austrália - Divulgação/Facebook

Uma mãe decidiu decorar sua casa com um “corpo humano de espuma” para comemorar o feriado do Halloween na cidade de Forbes, na Austrália. No entanto, o “adereço” acabou causando polêmica na vizinhança e virou até mesmo caso de polícia.

Pelas redes sociais, Renee Ryan, de 36 anos, contou que o corpo foi confundido com um cadáver por alguns vizinhos, que pensavam que tratava-se da prova de um crime, ao observarem um corpo pendurado em uma árvore no quintal da casa.

A verdade é que aquilo não passava de uma decoração bastante elaborada para a data do Halloween. Ela usou espuma, fita adesiva, corda, sacos de lixo e um tapete para desenvolver o corpo humano falso, de acordo com informações do portal UOL.

Foram necessárias cerca de três horas para que a peça ficasse pronta e o resultado provavelmente foi bastante realista, já que acabou causando confusão no bairro e fez com que um vizinho fizesse uma queixa à polícia alegando que havia visto um cadáver.

"Os policiais vieram à minha casa e me disseram que as pessoas ligaram para eles relatando que havia um corpo pendurado em uma árvore", escreveu Renee

Algumas horas depois, outra pessoa ligou para a polícia, mas dessa vez com um motivo diferente; o vizinho afirmou que se incomodou com a decoração pois havia perdido um familiar recentemente e estava se sentindo mal com o corpo pendurado.

"Remover a decoração não vai remover a dor que seu coração está sentindo. Minha esperança é que você busque o apoio de que você e outras pessoas precisam durante esse período difícil, para que com o tempo você possa continuar com um coração aberto e cheio de amor", completou a mulher.

Depois de toda a confusão, a australiana viu-se obrigada a remover a decoração de seu quintal, retirando o corpo falso da árvore.