Notícias » Inglaterra

Depoimentos revelam acusação de pedofilia contra Príncipe Andrew, filho de Elizabeth II, em festa organizada no Caribe

Testemunha ocular revelou ter visto o príncipe tocando em partes íntimas de menor durante orgia com Jeffrey Epstein

Wallacy Ferrari Publicado em 18/02/2020, às 10h31

Príncipe Andrew saindo de carro do Palácio de Buckingham
Príncipe Andrew saindo de carro do Palácio de Buckingham - Getty Images

Em depoimento dado à procuradoria-geral das Ilhas Virgens sobre casos de pedofilia, o príncipe Andrew foi citado por uma testemunha que afirmou ter flagrado o membro da dinastia inglesa tocando em partes íntimas de menores de idade em uma varanda da Ilha de Little St. James, durante uma festa organizada por Jeffrey Epstein.

Em entrevista à Vanity Fair, a promotora Denise George afirmou que a testemunha tem certeza de que era Andrew pelo fato de ter o cumprimentado usando a alcunha de “Sua Alteza”, conforme orientado. O depoimento coincide com o de Virginia Roberts Giuffre, principal vitima das acusações contra o príncipe.

Jeffrey Epstein, o príncipe Andrew, aproximadamente oito meninas e eu fizemos sexo juntos", afirmou Virginia, de acordo com documentos do tribunal. Além dos casos na Ilha citada, Virginia afirma que mais duas ilhas receberam as festas, sendo todas no Caribe. A região foi apelidada de “Ilha da Pedofilia” pela fama negativa obtida pelas denúncias.

O Palácio de Buckingham e o princípe negam qualquer acusação direta e afirmam que não tinham conhecimento dos crimes cometidos por Epstein, mas não negam que existia uma relação próxima com o investidor. Andrew suspendeu suas atividades públicas desde novembro de 2019, quando as primeiras denúncias foram atribuídas em seu nome.