Notícias » Suíça

Depois de 60 anos, ilustrações ocultas são encontradas em mapas oficiais da Suíça

Suíços esconderam por décadas desenhos feitos em meio a linhas cartográficas, o que poderia resultar em graves consequências

Penélope Coelho Publicado em 19/03/2020, às 11h21 - Atualizado às 12h00

Divulgação
Divulgação - Um alpinista aparece no pico da montanha em mapa suíço

Alguns cartógrafos da Swisstopo - agência nacional de cartografia e topografia da Suíça - foram capazes de esconder ilustrações nos mapas oficiais do país - que tem mais de 175 anos de história, durante décadas. Para desenhar essas plantas, eles foram orientados a reconstituir a realidade, o que eles fizeram, mas, também esconderam alguns desenhos no meio como um estilo de respiro poético em um trabalho tão sério.

Esse delito poderia ter rendido a demissão dos cartógrafos, mas a primeira transgressão só foi descoberta após 60 anos do lançamento desses mapas, quando muitos deles já haviam se aposentado. De acordo com o site Eye on Design, o motivo pelo qual eles esconderam esses desenhos, além de uma brincadeira, foi também para evitar cópias.

Como o objetivo de um mapa é retratar a realidade, isso significa que, se dois cartógrafos fazem seu trabalho meticulosamente, ambos sairão iguais. Sabendo disso, é comum que cópias ganhem vida, o que faz com que muitos destes profissionais criem marcas quase imperceptíveis em seus trabalhos.

Uma marmota escondida nos Alpes Suíços, descoberta em 2016  / Créditos: Divulgação 

 

 Um peixe de natureza francesa desenhado na fronteira com a Suíça / Créditos: Divulgação 

 

Gravura de uma mulher reclinada escondida no município de Egg / Créditos: divulgação 

 

Diversos desenhos foram descobertos ao longo dos anos: aranhas, peixes, monges, mulheres, alpinistas, entre outras. Uma marmota foi a ilustração mais recente, descoberta em 2016 e deve ser apagada dos próximos mapas oficiais da Suíça até o próximo ano. Atualmente mais da metade das ilustrações já foram removidas dos mapas oficiais.

Talvez alguns desenhos ocultos ainda possam ser descobertos, em mais uma leitura minuciosa da agência nacional, e como o atual cartógrafo da Swisstopo, Juerg Gilgen, afirmou: “De fato, o revisor de provas também é apenas um ser humano propenso ao erro. E cartógrafos também são apenas seres humanos, tentando brincar.”.