Notícias » Música

Depois de ter casa inundada por enchente, Brian May diz que quer se mudar de Londres

“Amo Londres, cresci aqui. Mas não consigo mais lidar com isso”, afirmou o guitarrista do Queen

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/08/2021, às 09h26

O guitarrista Brian May e registro da enchente em sua casa
O guitarrista Brian May e registro da enchente em sua casa - Brian Minkoff-London Pixels via Wikimedia Commons/Divulgação/Instagram/brianmayforreal

No último mês, inúmeras casas sofreram com alagamentos causados pelas chuvas excessivas de Londres, na Inglaterra, sendo a residência de Brian May, guitarrista do Queen, uma delas. No dia 13 de julho, ele relatou a situação de seu porão nas redes sociais.

Acompanhado de um vídeo, ele escreveu que "todo o piso inferior foi inundado com um esgoto que transbordou”, além de ter coberto os tapetes e “todos os tipos de coisas preciosas [para nós] com uma lama fedorenta”. 

“A maior parte está encharcada e arruinada. É de partir o coração. Parece que fomos invadidos e profanados," disse o guitarrista. 

Agora, em uma entrevista ao jornal The Guardian, May revelou o desejo de deixar a cidade em que nasceu, cresceu e viveu por tanto tempo. O fato de ele e a esposa Anita Dobson terem perdido coisas importantes e sentimentais, como álbuns de fotos, foi o que faltava para o guitarrista decidir se mudar

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Brian Harold May (@brianmayforreal)

 

"Isso nos fez sentir violados," disse o artista. "Perder seus bens faz isso com sua alma, vê-los nadando nela. Precisei rasgar todos meus álbuns de fotos antigos — tive os primeiros quando tinha oito anos —, para tentar salvar as fotos."

O músico continuou explicando como enxerga Londres atualmente, cidade em que nasceu e vive até então: "Londres está destruída. É brutal, é barulhenta, está poluída. Ninguém tem nenhuma consideração. Sentimos como queremos sair. Isso é muito doloroso: amo Londres, cresci aqui. Mas não consigo mais lidar com isso."