Notícias » Brasil

Deputado carioca propõem, em PEC, que Rio volte a ser capital do Brasil

“É inconteste que o Rio de Janeiro é mais Capital que Brasília”, afirma o deputado Daniel Silveira em trecho da proposta

Fabio Previdelli Publicado em 29/07/2020, às 15h16

Visão aérea de parte do RJ
Visão aérea de parte do RJ - Wikimedia Commons

Em 1763, o Rio de Janeiro se tornou a capital do Brasil, posto que até então pertencia a Salvador. A Cidade Maravilhosa ostentou essa colocação até 1960, quando Brasília foi inaugurada.

Agora, no entanto, mais de 60 anos depois, uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apresentado pelo deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), propõem que o Rio dívida esse status com Brasília, com o Congresso sendo transferido para o território fluminense. A informação foi dada pelo colunista Chico Alves, do UOL.

Segundo o deputado, o intuito do ato é dar um fim à decadência econômica do Rio e de quebra acabar com a escalada da criminalidade. O texto da PEC defende que “é inconteste que o Rio de Janeiro é mais Capital que Brasília” por abrigar, segundo Silveira, “as bases de instituições federais e ministérios”, além de ter a maior quantidade de servidores federais do país.

Para apoiar sua proposta, o Daniel usa exemplos de outros países, como a Rússia, onde São Petersburgo é a segunda capital; e também a África do Sul, que possui três capitais: Pretória, Cidade do Cabo e Bloemfontein.

"Capitais distantes da população reduzem a prestação de contas", argumenta Silveira. "O Rio passa de problema à solução, vitrine da recuperação do Brasil". A proposta foi protocolada ontem, 28, e aparecerá no site da Câmara se obtiver 117 assinaturas.