Notícias » Inglaterra

Em descoberta importante, sepultura de 48 pessoas mortas pela Peste Negra é encontrada no Reino Unido

Entre os restos mortais encontrados, 17 deles pertenciam a crianças e, auxiliaram os estudiosos a entender o efeito da doença em áreas rurais

Fabio Previdelli Publicado em 02/04/2020, às 09h00

Sepultura de 48 pessoas mortas pela Peste Negra é encontrada
Sepultura de 48 pessoas mortas pela Peste Negra é encontrada - University of Sheffield

Uma análise feita em uma vala comum, onde estavam presentes os restos de 48 pessoas, constatou que todas elas morreram de Peste Negra. A descoberta feita em Thornton Abbey Lincolnshire, no Reino Unido, que remonta ao século 14, está sendo rotulada como uma das mais importantes do país — já que fornece uma nova visão de como a pandemia mortal afetou as comunidades rurais.

A Peste Negra, também conhecida como peste bubônica, resultou na morte de metade da população da Inglaterra. O fato de não haver muitas evidências arqueológicas desse período, tornam a vala de Thornton Abbey uma descoberta única.

Anteriormente, pensava-se que as áreas rurais não eram tão afetadas pela praga quanto os ambientes urbanos — onde mais valas comuns foram encontradas. Mas o achado ajuda a quebrar esse estigma.

Pesquisadores analisando os restos mortais encontrados / Crédito: University of Sheffield

 

A má preservação no local indica que por lá pode haver ainda mais corpos que se desintegraram com o passar do tempo. Entre os 48 restos mortais encontrados, 17 deles eram de esqueletos infantis.

O patógeno da peste, a Yersinia pestis, foi confirmado como presente na amostra dos restos mortais. A datação por radiocarbono também permitiu que os pesquisadores determinassem o período em que as mortes aconteceram. A pesquisa completa foi publicada na revista Antiquity.