Notícias » Literatura

Orgulho e Preconceito: Descoberta de novo retrato pode ter inspirado personagem da obra clássica

Jane Austen pode ter se inspirado em uma mulher específica para desenvolver as características de Lydia Bennet

Penélope Coelho Publicado em 13/04/2020, às 13h00

Um retrato em aquarela de Mary Pearson pintado por William Wood
Um retrato em aquarela de Mary Pearson pintado por William Wood - Divulgação

Nas últimas semanas, a Casa-Museu de Jane Austen, em Chawton, Hampshire, no Reino Unido, anunciou que eles adquiriram um retrato de uma mulher chamada Mary Person, que teria inspirado a valente personagem Lydia Bennet, na obra mais famosa da autora, Jane Austen, Orgulho e Preconceito.

Segundo Sophie Reynolds, gerente de coleções e interpretações do museu, a teoria de que Person inspirou às características físicas e de personalidade de Lydia surgiram já que Mary Pearson foi brevemente noiva do irmão de Austen, Henry.

A história de Pearson e Henry durou pouco, acredita-se que seu retrato pintado por William Wood, tenha sido feito para que ela pudesse se realocar no mundo dos casamentos, algo de extrema importância na época.

Personagem Lydia Bennet na adaptação para o filme Orgulho e Preconceito em 2005/ Crédito: Divulgação 

 

No romance de Austen, Lydia Bennet é a mais nova das irmãs, uma menina autêntica e descuidada. O comportamento de Lydia é, em geral, tido como impróprio para uma dama da época.

Para Sophie Reynolds, a aquisição do museu é muito importante para que os fãs do trabalho de Jane possam conhecer melhor as personalidades e situações que cercavam a autora “Estamos realmente interessados ​​em preencher as lacunas da vida de Jane Austen. E ter visuais para os visitantes entenderem a aparência do mundo dela é muito útil.”, conta. 

O retrato foi fornecido por negociantes de arte na Inglaterra, mas, os visitantes terão que esperar mais um pouco para ver o quadro de perto, já que o museu está fechado devido ao coronavírus. 


+Saiba mais sobre a Literatura por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Livro Da Literatura, de Vários Autores (2016) - https://amzn.to/3a6B8Pn

História Concisa da Literatura Brasileira, de Alfredo Bosi (2015) - https://amzn.to/2UY0tXi

Como ler literatura, de Terry Eagleton (2019) - https://amzn.to/2y2CcpY

O elogio da literatura, de Zygmunt Bauman e Riccardo Mazzeo (2020) - https://amzn.to/2yMmGPi

A Literatura Portuguesa, de Massaud Moisés (2010) - https://amzn.to/39YYrdQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W