Notícias » Paleontologia

Descoberta rara: Fóssil de tardígrado é encontrado em âmbar de 16 milhões de anos

A espécie em questão é considerada a ‘criatura mais resistente’ do mundo

Penélope Coelho Publicado em 07/10/2021, às 13h20

Tardígrado fossilizado em âmbar
Tardígrado fossilizado em âmbar - Divulgação/Phillip Barden/Harvard/NJIT

Pesquisadores da Universidade de Harvard publicaram recentemente um estudo a respeito de um achado impressionante. No artigo, os especialistas descrevem a descoberta de um tardígrado fossilizado.

De acordo com informações do próprio estudo, a espécie microscópica conhecida é como ‘urso d'água’. A criatura em questão foi encontrada aprisionada em um pedaço de âmbar, datado de 16 milhões de anos.

Segundo revelado pelo portal de notícias g1, o material histórico foi encontrado na República Dominicana. Para os pesquisadores, a descoberta de animais fossilizados dessa espécie é considerada muito rara, esse seria somente o terceiro caso já registrado.

“A descoberta de um tardígrado fóssil é realmente um evento que ocorre uma vez a cada geração”, afirmou o líder do estudo, Phil Barden.

De acordo com os estudiosos, a criatura é considerada a mais resistente do planeta. Sabe-se que os tardígrados têm habilidade de entrar em um estado profundo de animação suspensa, esses animais conseguem suportar temperaturas de até 150 graus acima e abaixo de zero.

Confira a pesquisa completa aqui.