Notícias » Arqueologia

Descoberta última arena de gladiadores construída por romanos

As ruínas do anfiteatro, que possivelmente é o mais jovem já registrado, foram identificadas na Suíça

Isabela Barreiros Publicado em 26/01/2022, às 12h35

As ruínas da arena de gladiadores na Suíça
As ruínas da arena de gladiadores na Suíça - Divulgação/Kantonsarchäologie Aargau;Kanton Aargau

As ruínas de uma antiga arena de gladiadores, que está sendo considerada a mais jovem já registrada, foram descobertas por arqueólogos durante uma escavação no município de Kaiseraugst, na Suíça.

No anfiteatro, construído em um formato oval no local onde estava uma pedreira romana abandonada que havia sido usada até a antiguidade tardia, os espectadores assistiam lutas de gladiadores e caças de animais.

O sítio arqueológico em que a arena foi descoberta / Crédito: Divulgação/Kantonsarchäologie Aargau;Kanton Aargau

Os pesquisadores descobriram uma moeda datada entre 337 e 341 d.C. no local, o que, somado ao local da construção, fez com que eles sugerissem que a arena datasse do século 4 d.C., o mais jovem do Império Romano e um dos últimos a serem construídos.

Outras pistas incluem os materiais usados para a construção do anfiteatro, como os blocos de pedra e argamassa, que são "reminiscentes da antiga muralha do forte", explicou o arqueólogo Jakob Baerlocher, que trabalhou nas escavações do sítio, ao Live Science.

Blocos de pedra encontrados pelos pesquisadores / Crédito: Divulgação/Kantonsarchäologie Aargau;Kanton Aargau

“Todas as evidências juntas — a oval, as entradas e a colocação de um cargo para uma tribuna [oficial eleita] — falam pela interpretação como um anfiteatro”, diz um comunicado do Departamento de Educação, Cultura e Esporte do cantão suíço de Argóvia.

A descoberta foi anunciada na última quarta-feira, 19, pelo departamento. A arena, que está situada no vale da pedreira, conta com 50 metros de comprimento e 40 metros de largura. Ela é a terceira já descoberta na região.