Notícias » Primeira Guerra

Descoberto diário de recruta inglês com informações viscerais sobre a Batalha de Somme

Tendo participado do momento mais sangrento da Primeira Guerra Mundial, Arthur Edward Diggens deixou um relato emocional sobre o conflito

André Nogueira Publicado em 12/02/2020, às 08h30 - Atualizado às 08h30

Diário de jovem recruta
Diário de jovem recruta - Casa de Leilão Hanson Auctioneers

Um diário da Primeira Guerra Mundial foi encontrado em Leicestershire, Inglaterra, com uma descrição particular da Batalha de Somme, uma das mais sangrentas do conflito. O registro teria sido feito pelo recruta do exército Arthur Edward Diggens, engenheiro britânico. A informação foi divulgada pelo veículo Fox News.

O texto abrange de fevereiro a outubro de 1916, com narrações marcantes e viscerais da batalha, que matou milhares em poucos dias. Segundo Diggens, o campo em guerra era "Algo horrível! Nunca vi nada parecido antes. Após um bombardeio de uma semana, os alemães montaram suas próprias trincheiras e a infantaria calcula que todo alemão tinha uma metralhadora. Nossos companheiros foram abatidos”.

O diário deverá ser leiloado pela Hanson Auctioneers em março. De acordo com a divulgação do achado, o livreto foi encontrado numa caixa junto com uma série de memorabilias da Grande Guerra.

Preparativos da Batalha de Somme / Crédito: Wikimedia Commons

 

Segundo Adrian Stevenson, especialista da casa de leilão, "O proprietário não fazia ideia de quem estava relacionado com os itens, mas disse que sua mãe havia recebido antigas relíquias da família”. "Temíamos que Arthur devesse ter sido vítima do conflito, mas minha pesquisa provou o contrário. Ele não apenas sobreviveu à Primeira Guerra Mundial, mas voltou para seus entes queridos na Inglaterra e se tornou marido e pai”, comentou ele.

Uma curiosidade relevante sobre o jovem militar que sobreviveu a Somme é que ele também esteve envolvido no famoso ataque a Gallipoli, na Turquia, quando a marinha britânica comandada por Winston Churchill foi duramente humilhada pelas forças de defesa otomanas. Ele teria feito um diário dessa experiência, que está perdido.