Notícias » Coreia do Norte

Desertor norte-coreano é capturado após caçada de 40 dias

Governo chinês chegou a oferecer uma recompensa de US$ 23 mil pela apreensão do fugitivo

Isabela Barreiros Publicado em 29/11/2021, às 09h41

O fugitivo norte-coreano Zhu Xianjian
O fugitivo norte-coreano Zhu Xianjian - Divulgação/Jilian Prison

Um desertor norte-coreano foi capturado após ter conseguido escapar da polícia chinesa durante uma caçada humana que durou 40 dias. Ele havia fugido da prisão na cidade de Jilin, localizada ao nordeste da China, em outubro deste ano.

A recaptura do homem de 39 anos, identificado como Zhu Xianjian, foi anunciada por um breve comunicado das autoridades chinesas, noticiado pela BBC News nesta segunda-feira, 29.

Desde que o norte-coreano fugiu do presídio, a polícia ofereceu uma recompensa para quem o capturasse. O valor para quem entregasse Xianjian poderia ir de US$ 15.600 até mais de US$ 23 mil, cerca de cinco vezes a renda anual dos moradores da zona urbana de Jilin.

O homem cumpria pena sob acusação de entrada ilegal na China, furto e roubo após fugir de seu país natal. Em 2013, ele teria escapado da Coreia do Norte ao atravessar um rio que cruza os dois países e invadido uma série de casas em uma vila próxima à fronteira.

Naquele momento, também teria roubado dinheiro, roupas e telefones celulares, além de esfaqueado uma idosa que percebeu o que ele estava fazendo. Após isso, o norte-coreano fugiu em um táxi e conseguiu escapar da polícia.

Xianjian passou nove anos preso e estava a dois anos de ser libertado quando fugiu da prisão em outubro. Ele seria deportado de volta para a Coreia do Norte, mas muitos apontam que a fuga aconteceu para evitar o retorno ao país.