Notícias » Ásia

Dez orangotangos resgatados de cativeiro retomam vida selvagem na Indonésia

Os animais estavam alojados em Bornéu e passaram por uma tumultuada missão de resgate até a reabilitação

Wallacy Ferrari Publicado em 24/02/2021, às 13h20

Médicos aplicam injeção com remédio em orangotango
Médicos aplicam injeção com remédio em orangotango - Divulgação/Twitter/christosxanthak/24.02.2021

Dez orangotangos resgatados após missão na ilha de Bornéu foram reinseridos à vida selvagem após a recuperação em um centro de reabilitação de primatas. De acordo com o jornal britânico The Guardian, o grupo é comporto por cinco machos, uma mãe com dois bebês e duas fêmeas, sendo uma delas Nenuah, de 19 anos, que foi repatriada da Tailândia.

O retorno da vida selvagem foi feito com o auxílio de helicópteros que, durante três dias, desembarcaram os animais em pontos centrais da floresta. O processo levou poucos animais por vez, o que estendeu a realização.

A ação foi realizada pela Borneo Orangutan Survival Foundation (BOSF) e teve a preocupação de isolar os animais de uma possível contaminação do novo coronavírus, visto a semelhança de metabolismos com os humanos, sendo suscetíveis a doenças respiratórias.

Um dos motivos que afastou os orangotangos de seus habitats foram as práticas de caças furtivas ilegais, somado a exploração madeireira em grande escala no país asiático, sendo levados para cativeiros.