Notícias » Brasil

Dinho Ouro Preto relembra período em que abusou do uso de drogas: ‘Incrível eu ter sobrevivido’

Em entrevista, o músico falou sobre momentos conturbados que viveu década de 1990; confira

Penélope Coelho Publicado em 27/10/2021, às 09h50

Dinho Ouro Preto em entrevista
Dinho Ouro Preto em entrevista - Divulgação/Youtube/Cortes Podpah

Em recente entrevista para o podcast Podpah, no Youtube, o líder da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, de 57 anos, falou abertamente sobre o período em que abusou do uso de drogas.

O músico relembrou a época em que deixou o grupo e falou sobre os problemas que enfrentou em decorrência do uso das substâncias ilícitas. As informações foram publicadas pelo portal Rolling Stone, na última terça-feira, 26.

"Eu saí do Capital em 1993. A banda virou uma descida para o inferno e os excessos ficaram cada vez piores [...] Era muita coisa acontecendo ao mesmo tempo. Esse período foi uma coisa quase fora de foco. Fiquei nessa loucura de uns 3 a 4 anos. É incrível eu ter sobrevivido”, afirmou.

Na conversa, o cantor revelou que começou a usar drogas muito novo por não se sentir confiante na música:

"Precisei de anos de aprendizado para dizer: 'Beleza, agora sou o senhor do meu destino; sei o que estou fazendo, sei compor, sei cantar, sei dar show.' Foi preciso levar isso a público, na frente de todos”, afirmou.

Ouro Preto revelou que na luta contra as drogas o apoio de sua esposa, Maria Cattaneo, foi fundamental: “Ela foi a minha salvação [...] A partir dali eu comecei a reconstruir a minha vida. E, quando eu voltei para o Capital, anos depois, voltou tudo diferente”.

Confira a entrevista completa.