Notícias » Paleontologia

Dinossauro famoso por Jurassic Park é mais próximo das aves do que dos lagartos, diz estudo

Paleontólogos americanos analisaram cinco fósseis da espécie para chegar a mais conclusões sobre a pouco estudada criatura

Caio Tortamano Publicado em 08/07/2020, às 07h00

Dilophosaurus em icônica cena do filme Jurassic Park (1993)
Dilophosaurus em icônica cena do filme Jurassic Park (1993) - Divulgação - Amblin Entertainment

O Dilophosaurus, espécie que ficou popularizada na franquia de filmes Jurassic Park, é mais parecido com uma ave do que com lagartos, diferentemente do que é mostrado no filme. Além disso, os dinossauros eram relativamente grandes e não pequenos corredores como apresentado na famosa obra.

A constatação foi feita pela Universidade do Texas, liderada por Adam Marsh. Tendo vivido cerca de 183 milhões de anos atrás, no início do Jurássico, a espécie tem muito pouco revelado pelos cientistas. Como Marsh diz: “É o dinossauro famoso que menos se conhece a respeito”.

Cinco fósseis foram analisados na pesquisa do paleontologista, ajudando a dar mais informações a respeito do Dilophosaurus que foram todas baseadas anteriormente no primeiro fóssil descoberto, em 1954. 

Ele foi remodelado com partes de gesso, mas não se tem registro sobre quais partes teriam sido refeitas. Isso dificulta o trabalho de determinar quanto do trabalho inicial se baseou no registro fóssil real. Informações primárias, por exemplo, apontavam uma fraca mandíbula e uma crista frágil.

Perna direita de Dilophosaurus utilizado na pesquisa / Crédito: Divulgação - UT Austin Jackson School of Geosciences

 

Marsh teria descoberto justamente o contrário, que as mandíbulas eram movidas por poderosos músculos, além de bolsas de ar que fortaleciam os ossos, assim como a crista. Essas bolsas são semelhantes as observadas em aves modernas e também em dinossauros de grande porte, aproximando o Dilophosaurus desses dois seres.