Notícias » Japão

Diretor artístico das Olimpíadas de Tóquio é demitido por comentário sobre Holocausto

A ‘piada’ de Kentaro Kobayashi sobre o genocídio ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial aconteceu em 1998 e viralizou recentemente; o homem pediu desculpas

Redação Publicado em 22/07/2021, às 09h44

Imagem ilustrativa dos Jogos de Tóquio, no Japão
Imagem ilustrativa dos Jogos de Tóquio, no Japão - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias AFP publicadas nesta quinta-feira, 22, pelo G1, o diretor artístico da cerimônia de abertura dos jogos Olímpicos de Tóquio de 2021 foi demitido a menos de 24 horas do evento.

Segundo revelado na publicação, o desligamento de Kentaro Kobayashi de seu cargo ocorreu após um comentário de mau gosto feito pelo homem em 1998.

Na ocasião, durante um espetáculo, o ex-diretor fez uma ‘piada’ sobre o Holocausto — tragédia que matou cerca de seis milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945).

Recentemente, o vídeo do ocorrido viralizou nas redes e gerou polêmica, causando a rápida demissão de Kobayashi. Segundo revelado na publicação, na filmagem o homem pede “um brinde ao Holocausto” e realiza mais algumas ‘brincadeiras’ sobre o tema.

"Soubemos que, durante um espetáculo no passado, ele usou uma linguagem burlesca ao se referir a este trágico episódio do passado” por isso a comissão optou pela “retirada do Sr. Kobayashi das suas funções", como revelou a chefe do comitê organizador local, Seiko Hashimoto.

De acordo com a reportagem, após a divulgação do vídeo, o ex-diretor publicou uma nota se desculpando pelo que falou no passado e definiu suas palavras como “extremamente inadequadas”.

"Era uma época em que eu não conseguia fazer as pessoas rirem da maneira que queria, então acho que estava tentando chamar a atenção das pessoas de forma superficial", afirmou.