Notícias » Entretenimento

Diretor de Star Wars afirma que prequels mostram aos jovens os perigos que ameaçam a democracia

No Twitter, Rian Johnson explicou que a história de Anakin Skywalker é educativa à nova geração

André Nogueira Publicado em 01/07/2020, às 13h17

O Senado Galático foi palco da ascensão do autoritarismo
O Senado Galático foi palco da ascensão do autoritarismo - Divulgação/Walt Disney

Através das redes sociais, o diretor do episódio 8 de Star Wars (Os Últimos Jedi), Rian Johnson, defendeu a trilogia do meio da série, que conta a história de Anakin Skywalker. Segundo o cineasta, a sequência é uma importante maneira das crianças terem contato desde cedo com a definição de fascismo, em referência à ascensão do Império Galáctico, encabeçado pelo Senador Palpatine.

Johnson escreveu no Twitter que: “Lucas fez um lindo filme de 7 horas para crianças sobre como o direito constituído e o medo da perda transformam pessoas boas em fascistas, e ele fez isso enquanto liderava quase todas as mudanças técnicas no cinema moderno dos últimos 30 anos”. A declaração se deu através de uma resposta à proposição do designer Scott Malthouse sobre as qualidades da sequência.

Na sequência prequel, que antecede a atual trilogia, é apresentada a ascensão do jovem aprendiz Anakin Skywalker para a posição de segundo no comando do Império que dominou de forma autoritária a galáxia daquele universo cinematográfico, a partir da ideologia dos Sith. Por mais que os siths não sejam necessariamente ditadores ou malignos nessa ambientação, a pretensão política do Imperador aparece a partir da imposição desses valores.

Os três filmes (considerados os primeiros na linha cronológica) mostram a fragilização das instituições republicanas e a ascensão da força autoritária a partir do medo, da divisão política (no pretexto de lutas separatistas de uma liga comercial) e dos âmagos internos de pessoas com grande poder (como Skywalker, que sofre com a perda da mãe e pelo isolamento na seita religiosa que integra os Jedi). Para Johnson, essa alegoria não superficial é uma qualidade dos filmes, que dividem a opinião dos fãs.