Notícias » Arqueologia

Disco de Nebra é finalmente datado por pesquisadores

Uma das mais misteriosas e impressionantes descobertas já feitas, o objeto peculiar passou por novas análises e especialistas acreditam estarem certos de sua idade

Isabela Barreiros Publicado em 03/09/2020, às 13h55

Fotografia do Disco de Nebra
Fotografia do Disco de Nebra - Wikimedia Commons

Em 1999, próximo a cidade de Nebra em Sachsen-Anhalt, Alemanha, uma escavação ilegal revelou itens raros e impressionantes. Eles encontraram espadas, machados e pulseiras, que datam da Idade do Bronze e um disco muito peculiar com imagens que lembravam símbolos astronômicos feitos de ouro.

Esse último item mostrou-se muito difícil de ser datado, principalmente porque nada do tipo havia sido encontrado por pesquisadores. No início, pensou-se que talvez os outros objetos com os quais ele havia sido encontrado poderiam ajudar em sua datação, mas isso não se demonstrou válido. Agora, depois de inúmeras pesquisas e análises, especialistas acreditam que o disco remonte à Idade do Ferro, especificamente ao primeiro milênio a.C.

A ideia de que os outros artefatos poderiam ajudar a estabelecer um período histórico ao objeto mostrou-se como falsa porque não havia como ao menos dizer, com certeza, se eles eram um conjunto de origens comuns. Outra questão relevante é que não se sabe se o local tido como da descoberta foi realmente onde os saqueadores os encontraram.

Para Rupert Gebhard, diretor do Munich Archäologischen Staatssammlung, e Rüdiger Krause da Goethe University Frankfurt, as características estilísticas do disco não estão relacionadas às já vistas na Idade do Bronze. Eles assumiram que o local não foi um depósito típico daquele período.