Notícias » Brasil

Distopia Amazônica: Brasileiro vence categoria da principal premiação de fotojornalismo mundial

Considerado o 'Oscar da Fotografia', a vencedora chamou atenção sobre a atuação de Bolsonaro na Amazônia

Wallacy Ferrari Publicado em 11/04/2022, às 11h23

Uma das fotografias sobre impactos na Amazônia
Uma das fotografias sobre impactos na Amazônia - World Press Photo / Lalo de Almeida por Folha de São Paulo

Uma série de fotografias brasileiras, do fotojornalista Lalo de Almeida, foi vencedora em uma das principais categorias do World Press Photo (WPP), prestigiada premiação internacional de fotojornalismo.

Com as imagens de “Distopia Amazônica”, ele levou o troféu de ‘Longa Duração’, pela forma como o registro foi feito, tendo uma exposição contínua ao cenário estático.

As imagens foram feitas para o jornal Folha de São Paulo e para Panos Pictures, documentando o desmatamento na floresta amazônica em decorrência da mineração e exploração de recursos naturais. Os chamativos registros fizeram parte da série “Amazônia sob Bolsonaro”, publicada pelo veículo paulista.

Este projeto retrata algo que não tem apenas efeitos negativos na comunidade local, mas também globalmente, pois gera uma reação em cadeia", afirmou Rena Effendi, presidente do júri da premiação.

A edição de 2022 contou com mais de 64 mil inscrições de fotografias feitas por 4.066 fotógrafos de 130 países, como noticiou o portal de notícias UOL. As imagens eleitas vencedoras são expostas em 40 países em um evento intinerante, visitado por milhões de pessoas.