Notícias » Antiguidade

DNA Neandertal que o ser humano carrega não tem grande influência atualmente, afirma pesquisa

Estudo realizado em genomas de islandeses comprova que a ascendência Neandertal é baixa

Penélope Coelho Publicado em 23/04/2020, às 11h37

Reconstrução facial de um Homem de Neandertal
Reconstrução facial de um Homem de Neandertal - Wikimedia Commons

Pesquisadores da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, examinaram o genoma completo de 27.566 islandeses em um banco de dados na Islândia. O estudo revelou que o legado do homem de Neandertal teve pouco impacto na maioria dos traços físicos, ou, nos riscos de doenças genéticas dessas pessoas.

Os cientistas analisaram que apenas cinco características Neandertais foram encontradas nos islandeses, diferentemente de outras pesquisas, dessa vez a equipe teve acesso à genomas inteiros, e pôde perceber que a maioria desses genes humanos tem influência com variantes modernos. Os pesquisadores concluíram que o DNA Neandertal tem pequenos efeitos nas características dessas pessoas, como a altura, ou, o desenvolvimento de depressão.

O geneticista da pesquisa Joshua Akey, afirma que o impacto relativamente pequeno do DNA arcaico na maioria das características desses povos, não é surpreendente, já que atualmente os genomas são principalmente compostos por DNA moderno. 

Kári Stefánsson, CEO da empresa e principal autor do estudo afirmou: “Nós temos que engolir o fato de que o DNA Neandertal não faz tanta diferença quanto os estudos anteriores alegaram.”. Atualmente, sua equipe pretende continuar trabalhando em mais análises de genomas.