Notícias » Europa

Do que os construtores de Stonehenge se alimentavam?

Pesquisadores revelam hábitos da época

Fabio Previdelli Publicado em 01/12/2021, às 12h27

Imagem ilustrativa de Stonehenge
Imagem ilustrativa de Stonehenge - Pixabay

As pessoas que participaram da construção de Stonehenge alimentaram-se com guloseimas contendo frutas e nozes. Além disso, um tipo de “torta de carne moída do Neolítico” também fazia parte do cardápio.

A informação foi divulgada depois de um trabalho recente de escavação liderado pelo English Heritage, que fez buscas nas muralhas de Durrington, o povoado vizinho ao monumento, que foi habitado por construtores de Stonehenge por volta de 2.500 a.C..

As evidências arqueológicas sugerem, segundo aponta o Daily Mail, que os trabalhadores coletavam e cozinhavam avelãs, abrunhos, maçãs silvestres e diversas outras frutas.

No entanto, não há nenhuma evidência direta do uso de massa folhada, embora, na época, as pessoas já tivessem o conhecimento de como cultivar cereais, o que possibilita que massas feitas com farinha de trigo fossem produzidas. 

Essas receitas, provavelmente, foram assadas em uma pedra plana ou em panelas de cerâmica aquecidas nas brasas de um fogueira, algo parecido com o que hoje é conhecido na região como bolo galês, apontam os pesquisadores. 

“Adicionar gorduras de carne às avelãs e frutas teria sido uma ótima barra energética, cheia de calorias”, diz Susan Greaney, historiadora sênior de propriedades do English Heritage.

Esses alimentos podem ter sido consumidos em celebrações e também para sustento, com a partilha de alimentos ajudando a comunidade a se unir, encorajando as pessoas a viajarem de todos os lugares para ajudar a construir Stonehenge”, prossegue. 

Greaney, porém, explica que dificilmente poderemos obter respostas exatas sobre quais receitas eram as prediletas dos povos antigos.

“Mas é divertido imaginar os viajantes sendo recebidos com uma bandeja de tortas de carne moída”, completa.