Notícias » Mundo

Documentário vai investigar mortes causadas por carros autônomos de Elon Musk

Material faz denúncias graves em uma das maiores empresas do bilionário. Confira

Alan de Oliveira | @baco.deoli Publicado em 27/04/2022, às 08h10

Denúncia - Elon Musk
Denúncia - Elon Musk - Getty Images

Ao mesmo tempo em que era anunciada a compra da rede social “Twitter” pela pessoa mais rica do mundo, Elon Musk, na última terça-feira, 26, um dos principais jornais do mundo, o "New York Times”, aproveitou o episódio para anunciar a produção de um documentário sobre o empresário.

Com o nome de “Elon Musk Crash Course”, o longa-metragem faz parte de uma parceria do jornal com o canal de televisão por assinatura “FX” e plataforma "Hulu", sendo um dos episódios da série “The New York Times Presents”.

Parceria que já teve alguns marcos, como os documentários sobre Britney Spears, responsáveis por denunciar a tutela forçada do ícone e cantora pop.

O documentário dirigido por Emma Schwartz (produtora do programa jornalístico "Frontline") tem como pretensão fazer uma exposição da grande empresa, a Tesla, e seus trabalhos com os carros autônomos, que através de seu programa “Autopilot”, teriam resultado em mortes que Musk ainda não reconheceu publicamente. Além disso, também serão reveladas manobras de Elon na tentativa de atrapalhar as investigações.

Por esse objetivo, foram entrevistados ex-funcionários da empresa que relataram as observações e possíveis infrações, falando contra Musk pela primeira vez.

Como assistir o documentário?

O material estreia no dia 20 de maio, com transmissão simultânea no país pela "FX" e a HULU. Não habitantes dos Estados Unidos poderão assistir na plataforma "HULU" logo após a exibição ao vivo no país.

Veja logo abaixo, o pôster mais recente de divulgação:

Arte de divulgação em redes sociais - "Elon Musk's Crash Course"