Notícias » Personagem

Cansada de ser explorada e 'com medo': as novas confissões sobre o caso Britney Spears

Relatos perturbadores sobre a vida da cantora foram revelados pelo New York Times

Redação Publicado em 22/06/2021, às 17h27 - Atualizado em 23/06/2021, às 15h38

Britney Spears em 2018
Britney Spears em 2018 - Getty Images

O drama vivido pela cantora norte-americana Britney Spears ganhou novos desdobramentos tenebrosos nesta terça-feira, 22.

Acontece que o New York Times teve acesso a documentos confidenciais que relatam a vida infernal da cantora sob uma tutela controlada pelo pai, James Spears, que tem 68 anos atualmente.

Conforme revelado pelo veículo internacional - com informações repercutidas pelo The Guardian -, os documentos mostram que Spears demonstrou mais incômodo com a tutela do que aparenta.

Em um dos trechos, por exemplo, é mostrado que Britneydemonstrou insatisfação na Justiça pelo controle que o pai tem. Para se ter ideia, ele poderia escolher quem a cantora seria autorizada a namorar e até mesmo recusar o reparo dos móveis de sua cozinha – uma das cantoras que mais fatura no mundo da música escutou que o conserto sairia ‘caro’.

‘Obsessão’ e escolha de amizades

Já em outro momento, a eterna princesa do pop disse que o próprio pai parecia ‘obcecado’ por ela, já que não tinha a autonomia nem de escolher as suas amizades, afinal, precisaria de sua aprovação.

Um investigador documentou num relatório de 2016 que Spears‘afirmou que sente que a tutela se tornou uma ferramenta opressora e de controle sobre ela’.

Fãs pedem fim da tutela através do movimento 'Free Britney' /Crédito: Divulgação/Britney Spears

 

O mesmo relatou que a responsável pela música ‘Toxic’ disse ser ‘muito, muito’ controlada pelos responsáveis, demonstrando vontade em se livrar da tutela.

Vale ressaltar que na mesma época do relatório Britney tinha contratos milionários, como uma linha de perfume e uma residência em Vegas, contudo, disse receber uma mesada semanal de 2 mil dólares (10 mil reais).

‘Ela está ‘cansada de ser explorada’ e disse que é ela quem trabalha e ganha dinheiro, mas todos ao seu redor estão em sua folha de pagamento’, relata o documento obtido pelo New York Times.

Já em outra parte do documento, é relatado que Spears vivia ‘com muito medo’ diante da tutela, já que poderia encarar ‘consequências severas’ em caso de possíveis erros.

Britney relatou que, além de ter um segurança ao seu redor o tempo todo, recebia exames que identificam drogas inúmeras vezes por semana e que também tinha seu cartão de crédito no controle da equipe, sendo usado com critério.

Quanto ao controle da fortuna e cuidados por parte do pai, é explicado também que em 2014, o representante legal da cantora apresentou queixas contra James, que listam o seu problema com o vício em bebidas alcoólicas.

Vale ressaltar que os relatos perturbadores foram revelados um dia antes de Spears participar de uma audiência que visa o fim do controle da tutela pelo pai. Pela primeira vez em anos, a cantora falará abertamente sobre o assunto. 

Quanto os relatos apresentados, o New York Times relata que procurou os representantes de James, que não concordaram em se pronunciar.