Notícias » África

Doença não identificada mata 15 idosos na República Democrática do Congo

As autoridades de saúde observaram que a região foi vítima de duas epidemias simultâneas recentemente — chikungunya e Covid-19

Wallacy Ferrari Publicado em 02/03/2021, às 11h30

Imagem ilustrativa de instrumentos médicos
Imagem ilustrativa de instrumentos médicos - tOrange / Domínio Público

Quinze idosos, de idades entre 60 e 80 anos, foram vítimas fatais de uma doença não identificada em Kasongo-Lunda, uma província no oeste da República Democrática do Congo. A informação foi comunicada por Jean-Marie Peti, governador da província de Kwango, e noticiada pelo portal UOL.

Os sintomas relatados por Peti após o balanço feito com autoridades sanitárias se assemelham aos de duas epidemias recentemente constatadas na província, que faz fronteira com Angola; o chikungunyae e a Covid-19 também proporcionam dores de cabeça, febre e complicações respiratórias.

Em relação a identificação da doença, o governador acrescentou: “O ministro da Saúde provincial, médico-chefe do setor de saúde de Kasongo-Lunda, assim como epidemiologistas de Kinshasa estão trabalhando sem parar. Já tomaram amostras para enviar ao INRB (Instituto Nacional de Pesquisas Biomédicas)".

O território de Kasongo-Lunda faz parte de Kwango, tendo sua população estimada em 23,8 mil habitantes no ano de 2012, e não possui infraestrutura sanitária adequada para receber todos os casos das doenças citadas por Peti.