Notícias » Mundo

Doença neurológica enigmática já afetou 43 pacientes no Canadá

A comunidade médica do país ainda não foi capaz de encontrar explicações para a ocorrência, que é capaz de provocar perda de memória, espasmos e alucinações

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 03/04/2021, às 12h10

Imagem meramente ilustrativa de neurônio
Imagem meramente ilustrativa de neurônio - Divulgação/Pixabay

O The Guardian publicou um artigo recente sobre uma doença neurológica misteriosa que está deixando a comunidade médica canadense perplexa. O mal já teria afetado 43 pacientes, com seus casos registrados entre 2015 e 2020. 

Os sintomas da doença não identificada incluem perda de memória, alucinações e atrofia muscular. Muitos desses, contudo, apenas aparecem no estágio mais avançado — a princípio, a pessoa tem dores, espasmos e uma mudança repentina de comportamento, o que, embora significativo, poderia ser atribuído a diversos diagnósticos diferentes. 

Depois de um ou dois anos que os primeiros sintomas são registrados, todavia, surgem alucinações perturbadoras, como de insetos andando pela pele. 

Também é relevante mencionar que 5 dos 43 pacientes faleceram sem que os profissionais da saúde pudessem determinar exatamente qual foi a causa de morte. 

Alguns chegaram a desconfiar que se trataria da Doença de Creutzfeldt-Jakob, conhecida como CJD, que é também neurológica, e, de forma preocupante, fatal. Entretanto, triagens realizadas pelos especialistas puderam descartar essa teoria.

"Não vimos nos últimos 20 anos um grupo de doenças neurológicas resistentes ao diagnóstico como esta", relatou Michael Coulthart, que é chefe da rede de vigilância CJD do Canadá, segundo publicado pelo The Guardian. O mistério, portanto, continua.