Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Donald Trump

Donald Trump é condenado por fraude contábil nos Estados Unidos

Ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump é condenado por júri após acusações de fraude contábil

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 30/05/2024, às 18h25 - Atualizado às 19h13

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Donald Trump - Getty Images
Donald Trump - Getty Images

Após avaliar provas e depoimentos de testemunhas, um júri formado por 12 pessoas decidiu condenar Donald Trump, ex-presidente dos EUA, no caso de fraude contábil, informa o The Guardian. A sentença será divulgada em julho.

Julgado nos Estados Unidos, Trump escondeu o pagamento de US$ 130 mil com gastos de campanha. O valor foi direcionado a Stormy Daniels, uma ex-atriz pornô que alega ter se relacionado com o político. A intenção de Donald era esconder o caso extraconjugal. 

O primeiro dia de deliberações se iniciou na última quarta-feira, 29. Foram 34 acusações no total. No final do dia, o júri solicitou as transcrições de dois depoimentos.

O primeiro, de Michael Cohen, ex-advogado de Trump, que revelou que o ex-presidente sabia do esquema. O segundo, de David Pecker, ex-editor do National Enquirer, que disse ter abafado histórias que prejudicariam a campanha de Donald.

O que disse Trump

Trump se declarou inocente e pode recorrer da decisão. Durante a deliberação do júri, ele afirmou que o julgamento criminal foi "fraudado". Donald também criticou o juiz Juan Merchan, descrito como "corrupto".

“Madre Teresa não conseguiria vencer essas acusações [julgamento]. Estas acusações são fraudadas”, afirmou ele.