Notícias » Estados Unidos

Donald Trump se refere ao Coronavírus como "praga da China"

Diante de um público de apoiadores, Trump pouco falou a respeito da pandemia nos Estados Unidos

Caio Tortamano Publicado em 06/07/2020, às 14h32 - Atualizado às 14h33

O presidente dos EUA, Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump - Wikimedia Commons

No último dia 4 de julho, durante um discurso realizado em frente ao Monte Rushmore, nos Estados Unidos, o presidente americano Donald Trump atacou a rival China ao afirmar que o coronavírus é uma "praga chinesa". Além disso, Trump ainda elogiou a economia americana mesmo diante da crise gerada pela pandemia da doença.

O republicano disse que o país tinha um dos melhores indicadores de emprego do mundo, também exaltando os números do mercado de ações. Porém, todo esse progresso teria sido afetado com “essa terrível praga da China”, como o próprio presidente disse.

Entrando na reta final de sua campanha pela reeleição ao final deste ano, Trump pouco comentou sobre a pandemia do novo coronavírus em seu discurso para cerca de 7 mil e 500 pessoas em frente ao monumento americano.

Entretanto, o presidente comentou rapidamente sobre o recente crescimento de novos contágios ao sul e o oeste do país, afirmando que isso “coloca todo o país em risco”. Vários estados que iniciaram o processo de reabertura tiveram que voltar atrás por conta desses novos casos.