Notícias » Entretenimento

Dr. Seuss, autor de 'O Grinch', tem livros retirados de circulação por desenhos racistas

Após análise do trabalho do escritor americano, um grupo de especialistas considerou que seis de suas obras deveriam ser suspensas

Giovanna Gomes Publicado em 03/03/2021, às 09h14

Cena de 'O Grinch', adaptação da obra 'Como o Grinch Roubou o Natal'
Cena de 'O Grinch', adaptação da obra 'Como o Grinch Roubou o Natal' - Divulgação

Seis livros da autoria de Dr. Seuss tiveram sua publicação e venda proibidas pela Dr. Seuss Enterprises, que considerou alguns dos desenhos neles presentes como sendo racistas.

De acordo com um comunicado publicado no site da empresa, as obras retiradas de circulação "retratam as pessoas de uma maneira errada e dolorosa". As informações são do UOL.

A explicação para a ação é a de que alguns especialistas revisaram o trabalho do autor e optado por suspender esses livros, visando "apoiar todas as crianças e famílias com mensagens de esperança, inspiração, inclusão e amizade".

As obras censuradas não estão entre as mais conhecidas. "And to Think ThAT I Saw It on Mulberry Street" e "If I Ran the Zoo" são dois exemplos.

Em uma das produções de Dr. Seuss, dois personagens africanos são retratados com o peito nu e descalços, ao mesmo tempo em que levam consigo um animal exótico.

Já em outra, um homem chinês, que usa sapatos da tradição japonesa, tem os olhos retratados com duas linhas pretas. Ele ainda aparece segurando um bolo de arroz e hashis. Tais retratações foram consideradas racistas.

O autor de "Como o Grinch Roubou o Natal" é muito reverenciado nos Estados Unidos, sendo que, todos os anos, quando se aproxima a data de aniversário do escritor falecido em 1991, crianças de todas as escolas usam fantasias em eventos em homenagem a seus personagens.

Contudo, recentemente, a Associação Nacional da Educação passou a incentivar uma maior diversificação da leitura, direcionando-a a outros autores.