Notícias » Política

Durante cúpula da Otan, líderes mundiais são filmados debochando de Donald Trump

Ao se pronunciar sobre o episódio, Trump afirmou que Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, tem “duas caras”

Fabio Previdelli Publicado em 04/12/2019, às 13h10

Donald Trump em um de seus encontros presidenciais
Donald Trump em um de seus encontros presidenciais - Getty Images

As câmeras do Palácio de Buckingham flagraram os representantes do Reino Unido, Canadá, França e Holanda rindo do presidente americano Donald Trump por suas demoradas aparições à imprensa durante a cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte, a Otan, que aconteceu na noite desta terça-feira, 3.

Ao ser questionado sobre as imagens, Trump declarou que Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, tem “duas caras”. As imagens divulgadas pela Canadian Broadcasting Corporation (CBC), mostram Trudeau aparentemente reclamando da postura de Trump no primeiro dia da cúpula.

Na ocasião em questão, o norte-americano passou cerca de duas horas falando com a imprensa. Ao lado dele, além do próprio Trudeau, também estava presentes Emannuel Macron (presidente da França) e Jens Stoltenberg (secretário-geral da Otan).

No vídeo, é possível escutar primeiro-ministro canadense falando: “Ele estava atrasado por que faz entrevistas coletivas de 40 minutos de uma vez só”, disse para o grupo que incluía, além de Macron, o premier holandês, Mark Rutte, a princesa Anne, do Reino Unido, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Durante a conversa sobre as reuniões bilaterais que aconteceram naquele dia, Johnson questiona Macron: “É por isso que vocês estavam atrasados?”. O francês responde: “Sim, sim, sim! Quarenta minutos”. Nesse momento Trudeau intervém: “Você via os queixos da equipe inteira dele caindo”.

As imagens também revelaram Macron e Johnson rindo em uma animada conversa, mas neste momento não é possível identificar o que é falado pelos dois. Aparentemente, nenhum dos líderes perceberam que estavam sendo filmados.

Trump rebateu a conversa e disse que Trudeau era “duas caras”, apesar de ser "um cara muito legal". Ele também sugeriu que o canadense "não está feliz", já que teria recebido um puxão de orelhas dos Estados Unidos para que o Canadá aumentasse sua contribuição para a Otan.