Notícias » Crimes

Durante tentativa de homicídio, mulher trans tem 40% do corpo queimado

O crime aconteceu em Recife, na última quinta-feira, 24, e a mulher se encontra em estado grave no Hospital da Restauração

Pamela Malva Publicado em 28/06/2021, às 16h00

Imagem meramente ilustrativa de mulher no hospital
Imagem meramente ilustrativa de mulher no hospital - Divulgação/ Pixabay/ Parentingupstream

Na última quinta-feira, 24, uma mulher trans foi vítima de uma tentativa de homicídio no centro de Recife. Na ocasião, ela teve 40% de seu corpo queimado por um adolescente que teria ateado fogo nela de propósito. Agora, com um estado de saúde grave, ela teve seu braço amputado, segundo explicou o Hospital da Restauração, via G1.

Em nota, a instituição afirmou que sua paciente, identificada apenas como Roberta, está "na sala de recuperação pós-anestésica" desde que saiu da sala de cirurgia. Nesse sentido, ela foi intubada na noite do último sábado, 26, e respira com a ajuda de um ventilador mecânico, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

Após a tentativa de homicídio, que aconteceu na região do terminal de ônibus do Cais de Santa Rita, um Boletim de Ocorrência foi aberto. Em depoimento à Polícia Militar, testemunhas disseram que o adolescente estava em um barraco de lona com a mulher, que é moradora de rua, antes de atear fogo em no corpo dela.

Logo depois de cometer o crime, o jovem tentou escapar, mas acabou abordado por policiais militares que estavam na região, segundo o G1. Dessa forma, ele foi autuado em flagrante por "ato infracional análogo a homicídio doloso tentado", de acordo com a Polícia Civil. O caso foi registrado na 7ª DP da Criança e do Adolescente, em Recife.

Agora, Roberta luta para se recuperar no hospital, apesar dos ferimentos graves. O adolescente, por sua vez, foi encaminhado para a Unidade de Atendimento Inicial (Uniai) da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), segundo informou o delegado José Renato, responsável pelo caso, ainda segundo o G1.