Notícias » Brasil

Durante velório, família descobre que idosa foi declarada morta erroneamente

O caso peculiar se deu no Mato Grosso

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/10/2021, às 15h03

Fotografia meramente ilustrativa de velório
Fotografia meramente ilustrativa de velório - Divulgação/ Pixabay/ carolynabooth

Na cidade de Guiratinga, localizada no Mato Grosso, uma mulher de 93 anos de idade foi dada como morta na última sexta-feira, 8. Durante seu funeral, porém, os presentes repararam que ela ainda tinha sinais vitais, e conseguiram que um médico fosse ao local. 

Para o choque da família de Carolina Lopes de Almeida, o profissional da saúde confirmou que ela ainda estava viva. A idosa foi então enviada novamente para o Hospital Oswaldo Cruz, que havia declarado seu falecimento.

Pouco tempo depois de sua chegada, porém, Almeida foi dada como morta novamente, de forma que foi organizado um segundo velório, este ocorrido no último sábado, 9. O caso peculiar foi repercutido pelo G1. 

A família da idosa não quis se manifestar a respeito do episódio quando procurada pelo veículo, porém afirmou que não pretende processar o estabelecimento de saúde pelo erro. A causa de morte de Carolina também não foi divulgada.