Notícias » Personagem

Ebrahim, parte da resistência contra o apartheid, morre aos 84 anos

O companheiro de luta de Nelson Mandela faleceu na segunda-feira, 6

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/12/2021, às 12h35

Ebrahim Ismail Ebrahim em entrevista
Ebrahim Ismail Ebrahim em entrevista - Divulgação / YouTube / SABC News

Um dos companheiros de luta de Nelson Mandela contra o apartheid na África do Sul, Ebrahim Ismail Ebrahim, faleceu na última segunda-feira, 6, aos 84 anos de idade.

Ebrahim, que passou parte de sua vida na prisão de Robben Island, morreu dentro de sua residência após sofrer com uma longa doença, segundo informações dadas pelo Congresso Nacional Africano, ou ANC, partido que governa a África do Sul.

O partido se despediu de Ebrahim por meio de um comunicado, que o definiu como um "membro da ANC de longa data, um patriota que serviu ao país em muitos postos com humildade, dedicação e distinção". 

O antigo membro da ANC, que era de origem indiana, nasceu no dia 1º de julho de 1937 e traçou um caminho parecido com o de outros militantes que lutavam contra o regime racista, buscando pelo fim do apartheid. 

Foi sob o apartheid que Ebrahim ficou preso em Robben Island por 15 anos, após ser detido por fazer parte da luta armada em 1963. Lá, ele conviveu com figuras importantes na luta contra o regime, como dois futuros presidentes do país: Nelson Mandela e Jacob Zuma, até ser libertado em 1991.