Notícias » China

Editor de opinião de jornal pró-democracia é preso em Hong Kong

Por ser muito crítico em relação às autoridades chinesas, o jornal Apple Daily fechou as portas na semana passada, após 26 anos de funcionamento

Giovanna Gomes Publicado em 28/06/2021, às 10h06

Na imagem, exemplares da última edição do jornal
Na imagem, exemplares da última edição do jornal - Getty Images

Fung Wai-long, quem era o principal colunista de opinião do jornal pró-democracia Apple Daily, foi preso em Hong Kong no último domingo, 27, quando tentava deixar o território chinês.

De acordo com o UOL, o jornal encerrou suas atividades no último dia 24, após 26 anos, em razão do descontento das autoridades chinesas com as críticas realizadas pela redação.

Segundo o portal de notícias, a polícia confirmou a detenção de um homem de 57 anos no aeroporto pelo que chamou de "conluio com forças e potências estrangeiras", mas não chegou a citar seu nome.

Antes de Fung, que foi colocado sob custódia para ser investigado, alguns diretores já haviam sido apreendidos, com base na lei de segurança nacional imposta pela China no ano passado.

Cinco deles foram detidos no dia 17 de junho, quando quase 500 policiais participaram de uma operação de busca na redação do jornal. Dois deles foram acusados de "conluio com forças estrangeiras" em razão de artigos que escreveram pedindo sanções internacionais contra as autoridades do país e foram colocados em prisão preventiva.

o empresário Jimmy Lai, dono do Apple Daily, está em prisão preventiva e cumpre penas por ter participado das manifestações pró-democracia de 2019.