Notícias » Egito

Egito: Homem coloca fogo no próprio corpo para protestar contra corrupção

O caso aconteceu na famosa Praça Tahrir, no Cairo e chamou a atenção da população pelos temas levantados pelo cidadão

Redação Publicado em 13/11/2020, às 15h00

Fotografia da Praça Tahrir em protestos realizados em 2011
Fotografia da Praça Tahrir em protestos realizados em 2011 - Wikimedia Commons

De acordo com a agência de notícias Middle East Eye, na última quinta-feira, 12, um homem identificado como Mohamed Hosni, ateou fogo no próprio corpo em praça pública, na capital do Egito, Cairo.

Segundo as informações, o homem colocou fogo em si mesmo em plena Praça Tahrir, conhecida como o palco de protestos revolucionários no Egito, no ano de 2011. A atitude de Hosni se deu como ‘protesto’ contra a corrupção e a deterioração das condições de vida no país.

O homem usou as redes sociais para fazer uma transmissão de vídeo onde proferiu duras críticas ao atual governo, afirmando que foi demitido de seu emprego após expor corrupções por parte de funcionários do Estado.  “Há um círculo de corruptos que governam o Egito, são todos corruptos, são todos ladrões [...] Eles estão roubando do país até hoje, enquanto as pessoas não podem dar ao luxo de comer”, disse Mohamed.

A polícia local não conseguiu impedir que o homem ateasse fogo em si mesmo, mas, o cidadão foi resgatado antes que o incêndio tomasse maiores proporções. Ele foi levado às pressas para o hospital mais próximo e sofreu apenas com pequenas queimaduras.