Notícias » Civilizações

Eles foram longe demais: estudo releva que Neardentais Siberianos vieram de diversos lugares da Europa

A equipe internacional de pesquisadores provou que pelo menos dois diferentes grupos de hominídeos migraram da Europa Ocidental

Paola Churchill Publicado em 11/03/2020, às 12h00

Os objetos encontrados pela faculdade provam que os primeiros homens da Sibéria migraram da Europa
Os objetos encontrados pela faculdade provam que os primeiros homens da Sibéria migraram da Europa - FAU/W. Weismuller

Uma pesquisa divulgada por cientistas da Friedrich-Alexander-Universitat Erlangen-Nurnberg (FAU), da Alemanha, que examinaram ferramentas encontradas na caverna Chagyrskaya, nas montanhas Altai, na Rússia, revelou que os neardertais saíram da Europa e partiram rumo ao sul da Sibéria. Os motivos da mudança ainda são um mistério.

O projeto, que teve início em 2019, faz parte de uma pesquisa do Ramo Siberiano da Academia Russa de Ciências em Novosibirsk. As análises feitas a partir das ferramentas de pedra mostrou que o material não era semelhante a nenhum outro utensílio de grupos que viviam em Altai no mesmo período.

Ao expandir o campo de pesquisa, descobriram que os fragmentos correspondiam a rochas presentes na Europa Central e Oriental, em especial da Bavieria, estado ao sudeste da Alemanha que faz fronteira com a Aústria e a República Tcheca.

Os resultados divulgados pela universidade foram de extrema importância, mostrando como ocorreu a migração dos povos há mais de 60.000 anos que começou no continente europeu.