Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

Elfo negro de 'Senhor dos Anéis' é atacado por internautas

Enquanto alguns fãs defendem que "elfos negros não existem" no universo, produtores afirmam que "Tolkien é para todos"

Pamela Malva Publicado em 14/02/2022, às 13h00

Fotografia do elfo de 'Senhor dos Anéis' - Divulgação/ Amazon Prime Vídeo
Fotografia do elfo de 'Senhor dos Anéis' - Divulgação/ Amazon Prime Vídeo

Fãs da narrativa criada por J.R.R. Tolkien poderão retornar ao universo de ‘Senhor dos Anéis’ em setembro deste ano. Acontece que o Amazon Prime Video irá adaptar os livros da saga para a sua mais nova série, ‘O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder’.

O elenco da produção, no entanto, está gerando diversas discussões nas redes sociais. Isso porque um dos personagens, o elfo Arondir, será interpretado por Ismael Cruz Córdova, um ator negro — fato que tem sido bastante criticado por internautas.

Em seus posts, alguns entusiastas do universo de Tolkiendefendem que, na trama, “elfos negros não existem” e, por isso, Córdova não poderia interpretar o papel. Para os produtores da série, no entanto, é essencial que ela conte com uma maior diversidade.

Em entrevista à Vanity Fair, Lindsey Weber, a produtora executiva da adaptação, afirmou que o universo criado por Tolkien "é para todos". Por isso, inclusive, Arondir e Disa, a princesa dos anões — que também será interpretada por uma atriz negra, Sophia Nomvete —, foram adicionados à narrativa.

Pareceu natural para nós que uma adaptação do trabalho de Tolkien reflita o mundo como ele realmente é. Tolkien é para todos”, afirmou Lindsey, segundo o UOL. “Suas histórias são sobre raças ficcionais tentando fazer o melhor que podem quando deixam o isolamento de suas culturas e se unem.”

Abordando a Segunda Era da Terra Média, ‘O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder’ deve estrear em 2 de setembro deste ano, no Amazon Prime Video. Confira, abaixo, o primeiro trailer da nova produção: