Notícias » Família Real Britânica

Elizabeth II deve quebrar protocolo antigo para homenagear o marido, diz revista

O príncipe Philip — que foi companheiro da rainha por 73 anos — faleceu há algumas semanas

Penélope Coelho Publicado em 20/04/2021, às 10h59

Rainha Elizabeth e Príncipe Philip durante aparição pública
Rainha Elizabeth e Príncipe Philip durante aparição pública - Getty Images

De acordo com informações da revista People, a rainha Elizabeth II, irá quebrar uma tradição real de séculos. A monarca não irá utilizar papel timbrado com bordas pretas durante o período oficial de luto da monarquia, em decorrência da morte do príncipe Philip, que faleceu no dia 9 de abril, aos 99 anos de idade. Seu funeral aconteceu no último sábado, 17.

Segundo revelado na publicação, a rainha optou por um papel personalizado, com seu brasão pintado na cor preta, ao invés do tradicional vermelho. A notícia foi divulgada pelo portal de notícias UOL

De acordo com a mídia internacional, a escolha da soberana acontece para homenagear o marido, já que a opção mais simples e moderna remete ao estilo de vida de Philip. Entretanto, os outros membros da família real devem continuar usando o papel de carta com as bordas pretas.

Segundo revelado na reportagem, outra tradição será quebrada em decorrência do luto de Elizabeth II. O dia 21 de abril de 2021 marca seu aniversário de 95 anos, entretanto, a data não será comemorada, para respeitar a morte do homem que foi companheiro da rainha por 73 anos.


Sobre o príncipe Philip

Nascido em 10 de junho de 1921, o PríncipePhilip da Grécia e da Dinamarca, teve uma infância errante e conturbada, na juventude, ele descobriu sua vocação quando entrou para a Marinha britânica.

O homem se casou com a então princesa Elizabeth em 1947, na ocasião, continuou seu trabalho como militar, mas, renunciou ao cargo após a esposa assumir o trono britânico, em 1952. O relacionamento rendeu quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward. Philip tinha oito netos e iria completar 100 anos em junho.