Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rage Against the Machine

Ellen Jabour critica política em show de Rage Against the Machine: 'Clima fica péssimo'

A apresentadora falou sobre show de Rage Against the Machine e lembrou de Roger Waters

Redação Publicado em 19/07/2022, às 14h16

A modelo brasileira mencionou os casos dos shows de Roger Waters e Rage Against the Machine - Getty Images / Divulgação/Instagram @ellenjabour
A modelo brasileira mencionou os casos dos shows de Roger Waters e Rage Against the Machine - Getty Images / Divulgação/Instagram @ellenjabour

O nome da apresentadora e ex-modelo Ellen Jabour veio à tona na última segunda-feira, 18, após ela ter se tornado piada por internautas depois de comentários no Twitter.

Os comentários da apresentadora foram críticas à presença de elementos políticos em shows, sobre matéria de show do Rage Against the Machine, e ela ainda mencionou a apresentação de Roger Waters.

A polêmica teve início com Ellen Jabour compartilhando uma publicação da revista Rolling Stone Brasil, que falava sobre a forma como alguns fãs se chocaram com o tom político presente no show de retorno do Rage Against the Machine — banda que sempre teve um forte direcionamento político e tom crítico em suas músicas. No comentário, ainda lembrou de show do Roger Waters no Brasil, e expressou incômodo:

Não gosto de shows que falam sobre política. Transformam um momento que era pra ser de unificação, em segregação. O clima fica péssimo pois as pessoas pensam diferente umas das outras e começam a se estranhar, e até mesmo a se agredir! Vivi isso no show do Roger Waters e foi uó", disse.

Comentários dos internautas

Ellen Jabour, após o comentário em seu Twitter, se tornou alvo de críticas em tom irônico de outros usuários, que lembraram que o tom político sempre esteve presente nas apresentações, letras das músicas e em tudo que as bandas Rage Against the Machine e Pink Floyd — banda de Roger Waters — significavam.

Pensando no cara que sai de casa achando que a banda chamada ÓDIO CONTRA O SISTEMA é de um grupo de programadores de detesta o Windows", disse um dos internautas.

Outro comentário ainda a critica: "[O] problema de gente alienada é isso. Se preocupa mais com climinha paz e amor fake e posar de cool em show caro do que com a mensagem que os próprios artistas passam. E Roger Waters foi insano, fez quando o genocida não envergonhava a maioria, hj todos fingem não ter sangue nas mãos."

Em resposta, por sua vez, a apresentadora disse que os internautas não entenderam seu posicionamento: "Gente, vocês não entenderam! Não estava me referindo à letras de música sobre política mas quando a banda ou músico resolve fazer do show um momento de propaganda política. O Roger Waters por exemplo veio falar sobre a nossa política (Brasil) no show dele e criou o maior climão…"