Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Elon Musk doou quase R$ 30 bilhões em ações para a caridade em 2021

Segundo documentos revelados recentemente, o empresário transferiu milhões de ações da Tesla para a caridade

Pamela Malva Publicado em 16/02/2022, às 22h00

Fotografia do empresário Elon Musk - Getty Images
Fotografia do empresário Elon Musk - Getty Images

Em novembro do ano passado, Elon Musk, o CEO da Tesla, transferiu mais de 5 milhões de ações de sua empresa para organizações filantrópicas. Com isso, o empresário acabou doando cerca de R$ 29,5 bilhões em ações para a caridade.

Os dados, segundo o Yahoo!Finanças, foram divulgados por documentos apresentados à Securities and Exchange Commission. Não se sabe, no entanto, quais foram as exatas instituições que acabaram por receber as ações da Tesla.

Ainda assim, a atitude caridosa de Elon Musk o colocou entre alguns dos maiores bilionários filantropos do mundo. Nesse sentido, o CEO da Tesla ficou atrás apenas de Bill e Melinda Gates, que doaram, ainda no ano passado, cerca de R$ 77 bilhões para sua própria fundação filantrópica, de acordo com o Chronicle of Philanthropy.

Desafio do bem

Ainda conforme informações do Yahoo!Finanças, a relação de Musk com a filantropia se estreitou em 2021, quando o empresário foi desafiado por David Beasley, diretor do Programa Mundial de Alimentos, da ONU, a doar dinheiro para acabar com a fome.

Acontece que, de acordo com Beasley, uma doação com apenas 2% de toda a riqueza de Musk — que, segundo a Forbes, soma mais de R$ 1 trilhão — poderia solucionar a questão da fome no planeta e, assim, salvar a vida de 42 milhões de pessoas.

Na época, o CEO da Tesla escreveu, em seu Twitter: “Se o WFP puder descrever neste tópico do Twitter exatamente como cerca de R$ 31 bilhões resolverão a fome no mundo, vou vender ações da Tesla agora e fazê-lo. Mas deve ser uma contabilidade de código aberto, para que o público veja precisamente como o dinheiro é gasto”.

Considerado atualmente como o homem mais rico do mundo, Elon Musk , que ainda é fundador da SpaceX, pagou cerca de R$ 57 bilhões em impostos no final de 2021, após vender mais de R$ 83 bilhões em ações da Tesla durante os dois últimos meses do ano.